28 de Maio de 2009

Aplausos :-)


"Onze pessoas estavam penduradas numa corda num helicóptero. Eram dez homens e uma mulher. Como a corda não era forte o suficiente para segurar todos, decidiram que um deles teria que se soltar da corda.
Eles não conseguiram decidir quem, até que, finalmente, a mulher disse que se soltaria da corda pois as mulheres estão acostumadas a largar tudo pelos seus filhos e marido, dando tudo aos homens e recebendo nada de volta e que os homens, como a criação primeira de Deus, mereceriam sobreviver, pois eram também mais fortes, mais sábios e capazes de grandes façanhas...
Quando ela terminou de falar, todos os homens começaram a bater palmas..
Nunca subestime o poder e a inteligência de uma mulher... "
Hoje, recebi este texto em dois emails! O primeiro era de uma amiga querida e o outro de um amigo, cujo fairplay e sentido de humor são absolutamente notáveis!

25 de Maio de 2009

Patchwork









O Patchwork é uma das coisas que mais gosto no mundo dos tecidos. É extraordinário o efeito que retalhos cortados em diversos formatos e com as cores e padrões mais variados conseguem produzir. Encontrei estas imagens na web e apaixonei-me pelas cadeiras:-) Que bem que iriam ficar na minha salinha!

23 de Maio de 2009

Serralves em Festa 2009


Serão 40 horas non stop de eventos, naquele que é considerado como o "maior festival de expressão artística contemporânea em Portugal". Este ano, a Festa tem como tema central a comemoração dos 20 anos da criação da Fundação de Serralves e os 10 anos da inauguração do Museu de Arte Contemporânea de Serralves. Serão apresentados mais de 80 eventos e estarão em Serralves mais de 400 artistas e dezenas de milhares de visitantes. Alguns deles, Dan Deacon, A Certain Ratio, entre outros, tornam a visita a Serralves obrigatória.



video


Não se esqueça, dias 30 e 31 de Maio visite Serralves!

21 de Maio de 2009

A Avô Bazelinha explica...:-)



"Por que é que os dias da semana têm "feira" no nome?

"Feira" vem de feria, que, em latim, significa "dia de descanso".


O termo passou a ser empregado no ano 563, após um concílio da Igreja Católica na cidade portuguesa de Braga - daí a explicação para a presença do termo somente na língua portuguesa. Na ocasião, o bispo Martinho de Braga decidiu que os nomes dos dias da semana usados até então, em homenagem a deuses pagãos, deveriam mudar.


Mas então se "feria" é dia de descanso, por que se usa "feira" apenas nos dias úteis? Isso acontece porque, no início, a ordem do bispo valia apenas para os dias da Semana Santa (aquela que antecede o domingo de Páscoa), em que todo bom cristão deveria descansar. Depois acabou sendo adoptada para o ano inteiro, mas só pelos portugueses.


No espanhol, no francês e no italiano, os deuses continuam a valer dia após dia.


As únicas excepções assumidas pelos portugueses foram sábado e domingo (Prima Feria, na Semana Santa), que derivam, respectivamente, do hebreu shabbat, o dia de descanso dos judeus, e do latim Dies Dominicus, o "Dia do Senhor".

...."

Leia o restante texto desta curiosidade no blog da querida Avó Bazelinha!

18 de Maio de 2009

E para os doutores e engenheiros, não há nada, nada, nada?

O momento alto da tradição académica nas Universidades portuguesas é, sem sombra de dúvida, a Semana da "Queima das Fitas":-)



Esta semana é composta por um conjunto de cerimónias comuns a todas as Universidades e eventos mais ou menos semelhantes entre todas elas.




O que vos vou contar diz respeito à "minha " Universidade: A Universidade do Porto, "Virtus Unita, Fortus Agit" (sign. A União Faz a Força).



"A história da Queima das Fitas no Porto não é muito mais recente que a de Coimbra, que se iniciou em 1919, pois já em 1920, os finalistas de Medicina da Universidade do Porto faziam a chamada “Festa da Pasta”, que é considerada a origem da Queima das Fitas do Porto.

A “Festa da Pasta” era um evento, com um grande espírito académico, que comemorava a passagem da pasta dos estudantes que estavam a terminar o seu curso, os quintanistas, aos que entravam na recta final, os quartanistas. Juntamente com a passagem da pasta era imposto o grelo aos quartanistas.


Ao longo dos anos a “Festa da Pasta” foi-se difundindo pelas diversas faculdades da Universidade do Porto, sendo que cada faculdade tinha a sua própria festa. As diversas “Festa da Pasta” realizaram-se ininterruptamente até 1943, ano a partir do qual passou a haver uma só para todas as faculdades.


Nesse mesmo ano de 1943, começou-se a usar o nome de Queima das Fitas, paralelamente ao de “Festa da Pasta”, tendo-se realizado no ano seguinte, em 1944, ainda integrado nestas comemorações, a primeira Missa da Benção das Pastas, na Igreja dos Clérigos.

(...) No Porto, a Queima das Fitas só se deixa de realizar a partir de 1971. Em 1978 a Queima das Fitas ressurge no Porto, com a designação de Mini-Queima e consistiu num cortejo, o que gerou alguma polémica e contestação em vários quadrantes da sociedade por considerarem que esta era uma iniciativa reaccionária. No ano seguinte, em 1979, foi feita uma tentativa mais alargada de organização de Queima das Fitas, tendo havido duas comissões organizadoras. No entanto, só uma delas teve sucesso.








A partir daí a Queima das Fitas do Porto começou a tomar os moldes que actualmente conhecemos, com inúmeras actividades desde a Serenata, ao Cortejo, passando pelas Noites, concerto Promenade, Festival Ibérico de Tunas Académicas, Sarau Cultural… Esta evolução ao longo dos últimos 20 anos fez com que a Queima das Fitas deixasse de ser uma festa restrita aos estudantes para passar a ser a segunda maior festa da cidade do Porto e a maior festa Académica do País.


Actualmente, a Queima das Fitas é uma organização da Federação Académica do Porto (FAP) e movimenta cerca de 350 000 estudantes, e um elevado número de pessoas afectas à Área Metropolitana do Porto, números estes só possíveis de atingir dada a diversidade de eventos produzidos, sendo prioridade da FAP não só na quantidade de eventos mas sobretudo a qualidade dos mesmos, havendo um esforço para proporcionar bons espectáculos, a preços acessíveis, a todos os estudantes e a toda a comunidade interessada.


Assim sendo, (...) este evento é como que uma retribuição à cidade do Porto e à Região por tudo aquilo que proporciona aos estudantes da Academia, nas suas mais variadas vertentes.
"

in site FAP







E de inúmeras actividades do Programa da Queima das Fitas da U.P., as cerimónias/eventos abaixo descritas são obrigatórias:



- A Monumental Serenata: A Serenata marca o inicio dos festejos da Queima das Fitas do Porto e inicia-se ás 00:01 do primeiro domingo de Maio, estimando-se o número médio de participantes em vinte mil estudantes de capa e batina ao luar. É da Praxe Académica não se baterem palmas durante a Serenata. Devendo os espectadores manterem-se em silêncio até ao final.

- A Missa da Benção das Pastas: A benção das Pastas é um dos momentos de Maior Significado para todos os finalistas, assumindo uma solenidade muito especial para o estudante católico que, na hora em que termina o seu curso e depois de longos anos de estudo, pede a Deus a bênção especial para a pasta em cujas fitas se inscrevem os nomes dos seus entes queridos.



- Dia da Beneficiência: Este dia é dedicado à recolha de fundos que reverterão a favor de uma ou mais instituições de solidariedade social da histórica cidade Invicta, através da venda de miniaturas de pastas académicas em cartão com fitas dos diferentes cursos e versos alusivos a estes (a primeira pasta miniatura surgiu em 1904)




- Cortejo Académico: O cortejo académico é, por excelência, o momento alto da Queima das Fitas, sendo um símbolo da comunhão dos estudantes com a cidade, no seu maior esplendor, em que os finalistas da Academia se apresentam à cidade. Durante toda a tarde da Terça-feira da semana da Queima das Fitas a vivacidade natural dos estudantes e a sua criatividade, bem patente nos carros alegóricos, encherá de estudantes, cor e alegria várias artérias da Cidade.





- Festival Ibérico de Tunas....





video


- Sarau Cultural, Arraial do Grelado, Rallye Paper, Chá Dançante, Baile de Gala e....




- No último dia: A Garraiada! A Garraiada surge em 1929 e é um evento com origem na mais tradicional festa brava portuguesa atraindo todos os anos vários milhares de estudantes à Praça de Touros escolhida para esta actividade. A disputa que se verifica na arena entre as várias equipas de forcados, oriundos das diferentes Escolas, Institutos e Faculdades é do mais alto nível estendendo-se às bancadas, que concorrem para o prémio de melhor claque!



Mas na vida académica de um estudante também existem Insígnias, símbolos com a cor da sua Faculdade e que permitem muito rapidamente saber em que ano o estudante se encontra. Estas insígnias são oferecidas pelo padrinho/madrinha de curso depois da Monumental Serenata e traduzem um ritual de passagem para um grau superior na escada académica!



Insígnias Académicas


1º ano - Semente

2º ano - Flor

3º ano - Grelo

4º ano - Fitas


5º ano - Cartola e bengala






E as famosas fitas têm cores consoante a Faculdade a que se pertence. Na U.Porto, as cores estão assim distribuídas:



Letras - Azul Marinho

Ciências - Azul Claro

Medicina - Amarelo

Engenharia - Castanho

Psicologia - Laranja


Arquitectura e Belas Artes - Branco


Economia - Vermelho e Branco (as minhas cores de Curso!)


Direito - Vermelho


Farmácia - Roxo



A todos os estudantes e muito em particular a todos os finalistas, votos de um futuro de sucesso e de muita força e coragem para enfrentarem os novos desafios!

Não posso acabar o post sem deixar uma beijoca repenicada às filhotas finalistas das minhas madrinhas do blogue Planeta AnaIsa, Maria Lemos e Carla Figueiredo e à filhota da talentosa Maria Tavares.

Muitas felicidades e muito êxito nesta nova etapa!

País dos Azulejos

"No país dos azulejos, eles existem por toda a parte. Nos jardins, nas igrejas, nas lojas, nos prédios e até para escrever o nome das ruas.



Apareceram primeiro nos jardins das casas mais nobres, como o Palácio de Queluz ou o Palácio Fronteira em Lisboa, onde se transformaram num registo genuíno dos costumes cortesãos da época. As fachadas da Capela das Almas e da Igreja de Santo Ildefonso, no Porto, impressionam pelo revestimento total a azul e branco e mostram como também as imagens dos santos saíram para a rua. Depois do grande terramoto de 1755, foi importante tê-los a proteger as casas. São Marçal apagava os fogos, São Francisco de Bórgia evitava os terramotos, Santa Bárbara acalmava as tempestades e N. Srª da Conceição, patrona de Portugal, protegia de todos os males. Procure-os nas ruas dos bairros históricos, como Alfama em Lisboa. Produzidos em larga escala, fáceis de aplicar e resistentes ao tempo, os azulejos passaram a revestir totalmente as fachadas com ritmos e cores.


Os mais inovadores até os usaram para anunciar o que vendiam no interior das lojas. É fácil encontrá-los em qualquer cidade ou vila portuguesa. Se viajar de comboio esteja atento às estações decoradas com painéis de azulejo, autênticas galerias de arte que retratam os costumes locais. Visite a estação de São Bento no Porto. Vários painéis, com um total de 20 mil azulejos, relatam a história dos caminhos de ferro, assim como episódios célebres da história de Portugal.


O azulejo é um suporte tão versátil que continua a ser adoptado pelas expressões artísticas mais modernas, integradas em espaços públicos. Maria Keil, na via que passa pelo Aqueduto de Lisboa, ou Júlio Resende, no seguimento da Ponte D. Luís no Porto, são dois artistas que o usaram, animando grandes espaços de entrada nas cidades."


As fotos que aqui podem ver são de alguns azulejos que encontram no Centro do Mundo:-)

Sugiro uma visita ao Museu Nacional do Azulejo para que se deslumbrem com esta arte tão lusa!

16 de Maio de 2009

Bodas de Prata

O Centro do Mundo comemora este fim de semana 25 anos de elevação a cidade! Parabéns!!!!





"O programa comemorativo inicia-se às 21h00 do dia 15, no cine-teatro Caracas, com o concerto «Música em Família» com Miguel Silva e Diana Oliveira no âmbito da Comemoração do Dia Internacional das Famílias.

A sessão solene que marcará a data festiva está marcada para as 17h30 do dia 16 mas até lá decorrerá um leque vasto de actividades desde o hastear das bandeiras à mostra de artesanato, entrega dos prémios dos concursos «Maio florido» e «Ágil XXI» e romagem ao cemitério em homenagem aos autarcas falecidos.


O ponto alto das comemorações chega com a inauguração do arquivo municipal e da exposição permanente «Presidentes da Câmara Municipal de Oliveira de Azeméis – Espaço de Memória».

O programa termina à noite, na Praça da Cidade, com concertos de «Seta», «Zenko» e «Slimmy», além do DJ The Fox. O programa do dia seguinte pretende ser uma afirmação das forças vivas do concelho no desfile que, a partir das 15h00, percorrerá as ruas da cidade com a presença de colectividades, associações e instituições das 19 freguesias do concelho. O município pretende envolver todas as colectividades de forma a reeditar o êxito que foi o desfile há 25 anos quando foi anunciada a elevação a cidade.

Cabe ao humorista Herman José e ao musical «Hollywood in love» fecharem, às 21h30 na Praça da Cidade, o programa das comemorações."

in Site CMOA

15 de Maio de 2009

Procuram-se: Sol e Calor












Pode ser que o Sol se anime e venha presentear-nos com o seu calor! Já não é sem tempo!:-)

14 de Maio de 2009

Reciclagem

Reciclados e lindos! Prontinhos para durarem mais umas gerações:-)







Estas são algumas das criações do Knack Studios. Espreite e veja como o re-inventar de objectos usados é um processo tão gratificante!

13 de Maio de 2009

Alcino Soutinho: "A vossa casa"

De 15 de Maio a 2 de Junho poderemos ver na Galeria da Árvore a exposição de desenho do Arquictecto Alcino Soutinho: "A vossa casa".
Deixo aqui imagens de alguns pastéis sobre papel realizados entre 2006 e 2008. Acho-os particularmente bonitos!











"Uma casa poderá ser arranjada apenas por vossa conta.
Só assim se tornará a vossa casa.
- A habitação poderá ficar, naturalmente, cheia de erros.
Mas são os vossos erros.
- A vossa casa cresce convosco e vós cresceis com a vossa casa.
- Não tenham medo que a vossa habitação possa parecer de mau gosto.
O gosto é uma questão controversa.
Quem pode julgar, quem tem razão?
Sobre a vossa casa tereis sempre razão.
Ninguém mais."

Adolfo Loos – 1903, in catálogo da exposição, Ed. Árvore, 2009.

12 de Maio de 2009

Certificação Energética A+

E é com grande prazer e orgulho que anuncio que as Casas da Fonte, em Alviães - Palmaz (OAZ), mereceram a classificação A+ na certificação energética (SCE/CE)!



Desde Janeiro'09 foram atribuídos 75 Certificados Energéticos A+ em Portugal sendo que este é o primeiro Certificado Energético A+ no distrito de Aveiro!









Depois de ter construído a ETAR biológica para tratamento do efluente doméstico do loteamento, a ACS Investimentos assume-se como pioneira na defesa e implementação de soluções amigas do ambiente, apostando também na eficiência térmica e energética das casas que constrói!





Porque o mundo fica melhor, porque o concelho de Oliveira de Azeméis é o centro do mundo:-) e porque sou uma das habitantes das Casas da Fonte.... hoje, é um belo dia!

XIII Mercado à Moda Antiga

E o sempre aguardado mercado chega nos próximos dias 23 e 24 de Maio!



Marquem na vossa agenda e venham ver in loco a recriação dos usos e costumes tradicionais portugueses do final do século XIX. Há já 13 anos que Oliveira de Azeméis é palco deste evento, que reúne, nas ruas do centro histórico da cidade tendas de produtos tradicionais e agrícolas, artesanato, tasquinhas, danças e muita animação!










Estarão presentes em representação das 19 freguesias do concelho, 46 associações culturais, recreativas, desportivas e educativas. Deixo-vos algumas fotos de edições anteriores:-))















Um fim de semana para recuar no tempo e disfrutar:-))