6 de maio de 2010

Peregrinos ...

Em Portugal, com o aproximar do dia treze de Maio, o número de peregrinos aumenta a um ritmo crescente. Este ano, quiçá fruto da visita do Santo Padre, os grupos de peregrinos são muito grandes e podemos vê-los nas estradas e ruas em filas  organizadas. Ainda hoje de manhã, no caminho para o emprego, passei por centenas de peregrinos que, aproveitando a frescura do amanhecer, caminhavam em direcção a Fátima!

Claro que o Afonso teve logo que perguntar quem eram aqueles senhores na estrada com chapéu e colete " fufuscente" (lol)!

E porque a pergunta vai ter repetição... não há como fazer um upgrade ao conhecimento e refrescar a massa cinzenta sobre Peregrinos e Peregrinações.:-)

Na wikipédia, podemos encontrar uma definição bastante sintética: " Uma peregrinação é uma jornada realizada por um devoto de uma dada religião a um lugar considerado sagrado por essa mesma religião. (...)

Para peregrinar há que ter em conta que não se trata apenas do acto de caminhar (no caso da peregrinação a pé), ou executar um trajecto com um determinado número de quilómetros; é reconhecido que peregrinar carece caminhar-se motivado "por" ou "para algo". A peregrinação tem, assim, um sentido e um valor acrescentado que é necessário descobrir a cada pessoa que a executa."



Há muitos locais de peregrinação por todo o mundo: Meca, Jerusalém, Santiago de Compostela, Cidade do México (Santuário de Guadalupe) e Lourdes ... e tantos outros. Em Portugal, há também dezenas de locais que recebem devotos peregrinos durante todo o ano: Santuário de Fátima, Santuário do Sameiro e o Santuário do Bom Jesus de Braga, são alguns dos locais "obrigatórios" na caminhada dos cristãos lusos.


Este ano, à semelhança dos anteriores, escuteiros, bombeiros, Cruz Vermelha e grupos da sociedade civil ajudam os peregrinos na sua caminhada. Por todo o lado há locais de apoio permanente e móvel. A esses "Peregrinos da ajuda"  deixo o meu reconhecimento público pelo inestimável serviço que prestam.


Com eles, a caminhada torna-se mais leve! Bem hajam!

Sem comentários: