11 de julho de 2010

12 de Julho: Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil


"O trabalho infantil rouba às crianças a sua infância e impede o seu desenvolvimento. Muitas crianças que trabalham são privadas dos cuidados de saúde, da protecção contra a violência e do acesso à escola. Centenas de milhões de crianças são obrigadas a trabalhar
quando deveriam estar a aprender e a brincar, o que as priva, e às suas famílias e nações, da oportunidade de desenvolverem as suas potencialidades, afirmou hoje a UNICEF. (...) A maior parte das crianças trabalhadoras não estão à vista e estão fora do alcance da lei. Muitas delas sãoprivadas de cuidados básicos de saúde, educação, nutrição adequada e do acesso à educação, bem como da protecção e da segurança das suas famílias e comunidades. Em todo o mundo, estima-se que existam 246 milhões de crianças envolvidas em trabalho infantil. Calcula-se que cerca de 180 milhões de crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 17 anos (ou 73 por cento de todas as crianças trabalhadoras) estão envolvidas nas piores formas de trabalho infantil, incluindo em condições perigosas tais como as do trabalho em minas e com maquinaria pesada. Dessas crianças, 5.7 milhões são obrigadas à servidão por dívida ou outras formas de escravatura, 1.8 milhões são obrigadas a trabalhar na prostituição ou na pornografia e 600.000 são envolvidas noutras actividades ilícitas."

extracto de um Comunicado de Imprensa da Unicef de 12/06/2006


Urge acabar com estas estatísticas vergonhosas! As crianças têm direito à felicidade, ao acesso aos cuidados de saúde, ao acesso à educação, ao amor e à inocência. Só assim se tornarão adultos felizes, responsáveis e construtores de um mundo melhor.



1 comentário:

Noah disse...

Assunto extenso e polêmico com muitos exemplos produtivos e formadores de caráter da juventude também, tudo depende da época e do local, da sociedade e da educação
Você já leu o capítulo 24 de "O Capital"? eu chorei o tempo todo enquanto o lia
Mas... foi escrito no século XIX ...
Gilberto começou a trabalhar com 15 anos - aqui no Brasil com carteira assinada - devido ao ditador Getúlio Vargas, a CLT...
Não havia tantas coisas ruins (como as drogas, por exemplo) mas as famílias precisavam comprar o leite e pão...
Como te disse, é muiiiito polêmico, o imperdoável em qualquer tempo é a pedofilia.
Arre.... não quero me alongar....
Finalizo com o seguinte:
Criança só passou a ter valor na sociedade de consumo.
Antes não era nada, adolescência então? nem pensar!
Bj♥ querida e perdoe-me a extensão do comentário