26 de novembro de 2010

Pinheirinhos de Natal ... com sobras :-)

E porque nao aproveitar as sobras de materiais e fazer um pinheirinho de Natal com os miudos?  Espreitem as imagens e inspirem-se!


Com Papel ...

Tutorial aqui :-)

Tutorial aqui :-)


Com Feltro ...

Tutorial aqui :-)


Tutorial aqui :-)


Com Tecido ...

Tutorial aqui :-)


Tutorial aqui :-)

Bom fim de semana....

22 de novembro de 2010

Lenda da "Inês Negra"


(Torre de Menagem do Castelo de Melgaço)

"Esta história teve lugar em 1388, no início do reinado de D. João I, em que se travou uma guerra contra Castela pela independência de Portugal. Esta contenda, em que sobressaíram os feitos do Condestável Nuno Álvares Pereira e de muitos nobres portugueses, dividiu a aristocracia e o povo português, tomando muitas terras o partido de Castela.

Foi durante esta guerra civil que a Inês Negra, uma mulher do povo fiel à causa portuguesa, abandonou Melgaço quando esta cidade se pôs ao lado do rei de Castela. Quando D. João I decidiu reconquistar Melgaço, Inês Negra juntou-se ao seu exército, mas as duas facções nunca chegaram a defrontar-se.

A batalha travou-se entre Inês Negra e uma sua inimiga de longa data, a "Arrenegada", que tinha optado por apoiar os castelhanos. A lenda diz que a "Arrenegada" desafiou Inês Negra do alto das muralhas, propondo que a contenda fosse resolvida entre ambas com o acordo do exército castelhano. D. João I assistiu espantado à resposta de Inês Negra que dizia aceitar o desafio. Ambos os exércitos concordaram com este duelo e a Inês Negra, de espada na mão, defrontou a sua inimiga apoiada pelos gritos de incitamento dos homens de D. João I.

O silêncio instalou-se quando a "Arrenegada" fez saltar com um golpe a espada das mãos de Inês, mas esta tirou uma forquilha da mão de um camponês e fez-se à luta, procurando atingir a "Arrenegada" nas pernas. Sentindo-se em desvantagem, esta atirou fora a espada e pegou num varapau que quebrou com fúria nas costas de Inês. Louca de fúria e de dor, Inês Negra largou a forquilha e atirou-se com unhas e dentes à sua oponente, rolando ambas no chão empoeirado.

Um grito de dor gelou a assistência, que não conseguia perceber qual das duas vencera. Foi então que a "Arrenegada" se levantou e fugiu para o castelo, tapando as nódoas e o sangue do rosto com as mãos. Os castelhanos abandonaram Melgaço no dia seguinte e D. João I quis recompensar a heroína, mas esta respondeu que estava plenamente recompensada pela sova que tinha dado à sua inimiga."

15 de novembro de 2010

Livros, Imagens e Sonhos

Ontem o Correio trouxe-me uma tentaçao: a revista Outono/Inverno 2010 da Editora Taschen!!!!! Uma perdiçao para uma viciada em livros:-)

Dos lançamentos recentes, destaco alguns, cujo potencial para alegrar o dia de Natal ´e ENORME!!!!!!








Boa semana e boas leituras:-)

10 de novembro de 2010

Dia de S. Martinho, Lume, Castanhas e Vinho

Amanhã, 11 de Novembro, é dia de São Martinho:-) Lembro-me, na minha infância, de esperar ansiosamente pelo magusto da escola e pelo ritual que era o fazer-se a borralheira para assar as castanhas. E como ficávamos todos enfarruscados!!!! É uma data de fortes tradições associadas às colheitas de Outono: castanhas e primeiros vinhos novos. É também uma época onde o Sol brilha mais porque São Martinho traz sempre consigo um pequenino Verão, um último fôlego de calor para ajudar a preparar para o rigoroso Inverno.


 
O tao desejado Verão de São Martinho está associado a uma lenda popular, que escutamos desde pequenos…

"Num dia tempestuoso ia São Martinho, valoroso soldado, montado no seu cavalo, quando viu um mendigo quase nu, tremendo de frio, que lhe estendia a mão suplicante e gelada.

S. Martinho não hesitou: parou o cavalo, poisou a sua mão carinhosamente na do pobre e, em seguida, com a espada cortou ao meio a sua capa de militar, dando metade ao mendigo.E, apesar de mal agasalhado e de chover torrencialmente, preparava-se para continuar o seu caminho, cheio de felicidade.



Mas, subitamente, a tempestade desfez-se, o céu ficou límpido e um sol de Estio inundou a terra de luz e calor.

Diz-se que Deus, para que não se apagasse da memória dos homens o acto de bondade praticado pelo Santo, todos os anos, nessa mesma época, cessa por alguns dias o tempo frio e o céu e a terra sorriem com a benção dum sol quente e miraculoso."

Fonte: http://www.eb1-cruzeiro-n1-nespereira.rcts.pt/saomartinho.htm
 
 
E claro que a experiente sabedoria popular nos oferece diversos ditados que corolam esta época do ano...
 
 
No dia de S. Martinho vai à adega e prova o teu vinho.
Mais vale um castanheiro do que um saco com dinheiro.
Dia de S. Martinho fura o teu pipinho.
Do dia de S. Martinho ao Natal, o médico e o boticário enchem o teu bornal.
Pelo S. Martinho mata o teu porquinho e semeia o teu cebolinho.
Se o Inverno não erra caminho, tê-lo-ei pelo S. Martinho.
Se queres pasmar teu vizinho lavra, sacha e esterca pelo S. Martinho.
Dia de S. Martinho, lume, castanhas e vinho.
Pelo S. Martinho, prova o teu vinho, ao cabo de um ano já não te faz dano.
Pelo S. Martinho mata o teu porco e bebe o teu vinho.
Pelo S. Martinho semeia favas e vinho.
Pelo S. Martinho, nem nado nem cabacinho.
Água-pé, castanhas e vinho faz-se uma boa festa pelo S. Martinho

Um bom dia de S.Martinho para todos:-)

2 de novembro de 2010

Crafts de Outono para a Familia

Uma belissima maneira de dar um "toque" outonal na casa ... 

Tutorial aqui :-)


As colagens resultam sempre em composiçoes lindas . . .

Tutorial aqui :-)


A reciclagem de uma velha lista de telefones pode surpreender ...

Tutorial aqui :-)


E com papel de seda fazem-se argolas para guardanapos verdadeiramente encantadoras ...

Tutorial aqui :-)


Uma excelente semana com "crafts" e muito divertimento!